Minha Primeira Sessão Fotográfica – Exposição Mulheres.

Hello, folks!

Hoje eu vim compartilhar com vocês uma grande experiência, minha primeira sessão fotográfica para uma exposição. Foi assim, conheci o trabalho do Jota Zeferino através do Facebook, vendo as fotos que uma garota havia feito com ele, então resolvi pesquisar sobre o que se tratava o projeto dele, procurei conhecer melhor o trabalho dele. Vi que ele era um profissional sério, de confiança e de bom caráter (Pesquisem sempre sobre o fotógrafo que vocês forem trabalhar). Descobri que se tratava da Exposição Mulheres, ensaio de nu real, nesse projeto o Jota visa mostrar a beleza real feminina em todas as suas formas, não importa a sua idade (porém tem de ser maior de 18, claro), cor, se você é gordinha, magrinha, se tem estrias, celulite, etc, isso nada importa. Ele quer mostrar que toda mulher tem a sua beleza particular, que somos lindas exatamente como viemos ao mundo, sem nenhuma modificação. Em suas fotos não tem o uso de Photoshop, retoques ou efeitos. O Jota trabalha com a Bia (Produção) e a Kill (Maquiadora), e juntos eles trazem grandes alegrias para nós, mulheres que tomam a iniciativa e tem a coragem de posar para suas lentes,que se sentem lindas e poderosas ao olharem o resultado de suas fotos, exatamente como são. Seria muito bom mais mulheres tomarem iniciativas como essas e se amarem mais…Lembram desse post que eu fiz onde falo um pouco sobre isso? Então.. Mulheres, o poder é NOSSO!

Deixo aqui algumas de minhas fotos para a 4° edição do projeto:

catsjij hohoi lnljO Jota também tira fotos nossas com roupas e de lingeries para que possamos posta-las em nossas redes sociais sem grandes problemas. 😉

Alguma mulher ai ficou interessada em participar da próxima edição? Quer conhecer melhor o trabalho dele? Mora no Rio de Janeiro? Entre em contato com o Jota!

Facebook – Jota Zeferino Fotografias Profissionais

Instagram – @JotaZeferino

As fotos foram feitas no Rio Forest Hostel, um hostel super bacana com uma vista incrível que fica localizado em Santa Teresa (Pertinho da Lapa) e sempre cedem o espaço pro Jota fazer suas fotos.

catsFoi um prazer imenso fazer parte de tudo isso, desse projeto tão bonito, e fico muito feliz que esse trabalho do Jota vem ganhando notoriedade, é mega importante as pessoas enxergarem a importância que existe por detrás de tudo isto. Até na gringa as fotos de edições anteriores já foram publicadas! Que cada vez faça mais sucesso, sempre! ❤

Anúncios

Fotografia: As Bailarinas de Alexander Yakovlev

00AA (5)

É apaixonado por fotografia? Dança? Então venha admirar a arte do russo Alexander que capta com sua câmera os mais belos e únicos momentos ( até meio mágico) dessas bailarinas.

00AA (6) 00AA (4)

O resultado é esse ensaio fotográfico de deixar qualquer um maravilhado! Alexander que é especialista em fotos de dança, nos dá a chance de admirar esses belos movimentos que comumente duram menos de um segundo.

00AA (2) 00AA (3)

Quer conhecer mais sobre o trabalho do cara? Então acessem 500PX, Facebook & Instagram.

00AA (1) 00AA (7)

Fotografia Polaroid

Imagem

Hey galera! Hoje vou falar um pouco sobre o estilo de fotografia Polaroid, que é mais um que eu amo demais, em um post anterior já falei pra vocês sobre a Lomografia , que também é bem interessante, isso claro, pra quem gosta/curte/ama fotografar.

Vamos lá no começo da história… Em 1948 surgiu a primeira câmera instantânea criada por Edwin H. Land da Polaroid Corporation , que então tornou-se mundialmente conhecida. Em 1986 derrotou a concorrente Kodak em uma batalha de patentes e forçou sua saída do mercado de câmeras instantâneas. Porém, a Polaroid Corporation anunciou, no dia 9 de Fevereiro de 2008, o fim da produção da fotografia instantânea. A empresa estadunidense parou a produção de maquinas fotográficas instantâneas devido à forte concorrência da fotografia digital. O sistema utilizado na revelação instantânea de filmes Polaroid consistia em uma bolsa de fluidos químicos, que, quando passava pelos apertados cilindros metálicos, que, estouravam esta bolsa espalhando os fluidos pela moldura plástica de formato característico, algumas câmaras mais modernas utilizavam uma “cortina” para impedir a entrada de luz no filme pelo primeiro segundo.

Imagem

Mais recentemente, um projeto de ex-trabalhadores da Polaroid que se chama Impossible Project, fez os apaixonados por esse tipo de fotografia darem pulinhos de alegria! O que o pessoal fez foi o seguinte: criou uma câmera digital que imprime em instantes, só apertando um botão. Bem prática e rápida e uma das menores impressoras do mundo. O papel em que se imprime é o Premium Zing, que custa mais barato que o papel da real câmera Polaroid e ainda pode transformar a foto em adesivo! O modelo da câmera é a Polaroid Z23000.

Imagem

Esses papéis  não utilizam tinta para poder imprimir as fotos, secando em 30 segundos. O papel tem micro-cristais  na cor amarela, ciano e magenta, que são ativados dependendo da quantidade de calor que recebem, mesclando as cores e imprimindo a foto diretamente no papel. Você pode imprimir suas fotos ou mantê-las no memory card. Ainda tem mais: se pode escolher bordas, recortar e colocar filtros antes de imprimir. Tecnologia pura. Mas ainda não leva a ideologia e a paixão da real Polaroid.

Imagem

Os caras do Impossible Project também criaram a pequena Polaroid Z2300. Apesar de não ser analógica, ainda carrega consigo um pouco da cultura e da nostalgia da fotografia Polaroid. E uma curiosidade: sabe quem é o diretor de criação do Impossible Project? Nada mais e nada menos que a Lady Gaga! Pois é galerinha. Aqui vai uma foto da Z2300…

Imagem

Em algumas lojas brasileiras vocês também podem encontrar o modelo da câmera Instax Mini 7S, da Fujifilm, definida como uma câmera digital com tecnologia de auto revelação instantânea. Ela tem um design que mistura o moderno e o retrô e chegou ao Brasil em 2012. Segundo o marketing da empresa, foi lançada para atingir principalmente o público adolescente, que adora registrar festas, eventos e compartilhar esses momentos na hora. É legal também para quem curte fazer scrapbook, já que a moldura da foto permite que a gente faça anotações.

Imagem

O preço dela é em média R$350, mas o que é caro é o filme (cerca de R$45 para 20 fotos). Triste.

Imagem